12 março 2004

embriaguem-se?

"Pour n' être pas les esclaves martyrisés du Temps,
Enivrez-vous ; enivrez-vous sans cesse!
De vin, de poésie ou de vertu, à votre guise. "
- Baudelaire, Le spleen de Paris, Enivrez-vous.

"Para não serem os escravos martirisados do Tempo,embriaguem-se, embriaguem-se sem cessar!
De vinho, de poesia, ou de virtude, à vossa maneira"

Como é tão verdadeiro e actual (e será cada vez mais...) este poema de Baudelaire, pessoalmente recomendo a embriaguez de virtude ou pelo menos de poesia, pois são as que nos fazem sentir melhor e sobretudo nos fazem ser melhores pessoas, o tinto e quem diz o tinto diz a branca, só nos aliena, e a alienação não resulta, é um desperdício indesculpável de tempo...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home